Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Crime contra animais

gato encontrado morto hoje
 na rua aluisio azevedo em santana,
provavelmente envenenado.
Nathalia Passarinho
Do G1, em Brasília

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (20) projeto de lei que torna crime atentar contra a “integridade física ou mental” de cães e gatos. Pela proposta, que segue para análise do Senado, a pena para quem matar algum desses animais será de 1 a 3 anos de detenção.

Atualmente, a legislação pune com detenção de três meses a um ano quem comete maus-tratos, fere, ou mutila qualquer tipo de animal. A pena é aumentada de um sexto a um terço se a violência provocar a morte do bicho. Não há hoje tipo penal específico para agressão a cachorro e gato.
saiba mais

Câmara aprova fim do teste com animais para produtos cosméticos
O projeto aprovado pela Câmara aumenta a punição para violência contra esses dois animais. A pena prevista de até 3 anos para quem mata cães e gatos pode ser aumentada, conforme a proposta, em um terço se o crime for cometido com emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastadura, tortura ou outro meio cruel.

O texto ressalva que não será considerado crime a morte por eutanásia, que no projeto é definida como a “abreviação da vida de um animal em processo agônico e irreversível, sem dor nem sofrimento, de forma controlada e assistida”.
A proposta também torna crime o abandono de cães e gatos, com pena de detenção de 3 meses a um ano. “Entende-se por abandono deixar cão ou gato, de que detém a propriedade, posse ou guarda, ou que está sob seu cuidado, vigilância ou autoridade, desamparado e entregue à própria sorte em vias e logradouros públicos ou propriedades privadas”, diz o projeto.
Já quem promover luta entre cães poderá ser condenado a reclusão de 3 a 5 anos. O texto também prevê pena de 3 meses a 1 anos para quem expor a perigo a “vida, saúde e integridade” de gatos e cães.

O projeto prevê que as penas se aplicam em dobro, em cada uma dessas modalidades, quando para a execução do crime se reúnem mais de duas pessoas ou quando cometido pelo proprietário ou responsável pelo animal.
Autor do projeto, o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP) afirmou que o texto atende às reivindicações da sociedade, que, segundo ele, deseja punições mais severas para quem agride animais.

“São seres indefesos, dependentes do homem, posto que não mais se inserem nos ecossistemas, no meio ambiente natural. Tal condição impõe ao homem o dever de tutelá-los e protegê-los”, afirmou. Ele destacou ainda que quem pratica violência contra animais tende a agredir seres humanos também.
“É comprovado que pessoas que agridem animais também atentam contra a integridade física ou a vida de pessoas. Há correlação. O início da prática e o desprezo pela vida do outro se inicia na agressão contra os indefesos”, disse Tripoli, na justificativa do projeto.

Já o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) classificou de “loucura” a Câmara aprovar a proposta. Seria preciso usar o Maracanã para colocar as pessoas que agem contra cães e gatos.”

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Rod Stewart - Allianz Parque 2015


E lá fomos nós mais uma vez juntar trabalho com prazer e lazer, por que não ? Porque sim !
 A Miro Arte trabalhou na sinalização do show com material externo e interno. Produzindo e instalando lonas de pórtico, pirulitos sinalizadores de fila, placas de sinalização budzone e cadeiras inferior mais chapas de poliondas adesivadas para sinalização das cadeiras superiores.
Após a abertura dos portões, cerca de 19h as cadeiras foram ocupadas aos poucos pelo público que chegou aos 15mil ingressos vendidos, sold out !



Clássicos maravilhosos, banda sensacional, músicos de qualidade e artistas lindas completam a banda.  Teve cover do Creedence ( have you ever seen the rain )  e a sensacional cover de  Sam Cooke ( having a party ) e que fez a galera cantar em alto e bom som e não faltaram as lentinhas ( i dont want to talk about  e Forever young )
 para machucar seu coraçãozinho !
Showzaço ! 





































terça-feira, 1 de setembro de 2015

Como agir e o que fazer quando seu bicho de estimação morrer ?

Desta vez vou falar de um assunto delicado, incômodo e que a gente fica torcendo para que esse dia nunca chegue, mas vai chegar e você precisa estar preparado, emocionalmente talvez nunca estaremos, mas preparado para saber o que fazer e qual atitude tomar quando o seu pet morrer.
É o dia em que ele(a) vai virar uma estrelinha ( assim que aprendi e que digo as crianças ).

Em São Paulo capital procurei o Centro de Zoonose e através do telefone e fui orientado a levar o animal ao aterro sanitário que recebe gratuitamente, sem taxas, o animal na estação de transbordo. Temos duas em SP, Em Santo Amaro e na Av. do Estado, próxima a estação Armênia, o horário de atendimento é da 10h as 20 e os tels de ctt são 11.33341322 e 11.33312811


Conversei com a Médica Veterinária Dra. Aline Roth e fiz algumas perguntas que me parecem frenquentes aos proprietários de animais de estimação, em especial cachorros e gatos.

  • Dra. Aline, atualmente os bichos de estimação estão com uma alimentação muito melhor e balanceada do que décadas atrás, essa melhoria na alimentação aumentou a expectativa de vida dos pets ? Hoje em dia eles estão vivendo mais e melhor ?

Sim, a medicina evolui e muito contribuiu para nossos pets, aumentou qualidade de vida deles e consequentemente estão vivendo mais. A medicina preventiva ( exames ) e alimentação são os maiores aliados na área.

  • Quais são os tipos de traumas mais comuns que levam um cachorro ou gato a morrer ?

São os traumas automobilísticos, atropelamentos, e quedas, por exemplo cair da laje, da varanda do apartamento, queda de material pesado sobre o pet ( madeira, tijolos )

  • Quais são as doenças mais fatais ?

Viroses em filhotes, doenças infecciosas em animais de meia idade  e neoplasias ( cancer ) nos mais idosos.

  • É verdade que os pets fogem para morrer longe dos donos ?

É o que falam, não tem nada cientifico que comprove isso. Talvez eles sentem mal estar e queiram um canto para descansar

  • Pode parecer uma pergunta estúpida, mas quais os sintomas de que meu pet está morto ?

Parada cardiorespiratória e mucosas cianóticas ( curto prazo )  além de  temperatura corpórea baixa e rigidez ( médio e longo prazo )

  • Há algum sintoma visível que indicará que o seu cão ou gato "não passa de hoje" por exemplo ?
Se o cão ou o gato apresentar uma doença crônica ou infecciosa, talvez você encontre uma desidratação severa que levara ao óbito por exemplo, é dificil generalizar sintomas, depende de vários fatores.

  • Pets saudáveis podem morrer de repente ? Sofrem de mal-súbito ?
Podem sim ! As principais causas são cardíacas, intoxicação medicamentosa ou alimentar .

  • Imagine a situação: acordo e meu pet morreu, o que eu faço, coloco em um saco de lixo, ligo para o veterinário, posso enterrar no quintal ou jogar no rio ?
Você deve saber qual órgão da sua cidade recolhera o seu animal, seja ele público ou privado . Se for enterrar em casa deverá tomar as medidas necessárias e se informar para evitar contaminação do solo

  • Eu Tenho mais do que um bicho de estimação, é verdade que se um deles morrer o companheiro(os) sentirão falta e podem também desenvolver algum tipo de "sofrência”?

O companheiro vai demorar uns 15 a 30 dias até se readaptar. Normalmente eles fazem isso muito bem .Em raros casos alguns param de comer , entram em depressão e desencadeiam doenças pré existem que antes estavam estáveis.

  • Sobre a Eutanásia, fazer ou não fazer ? O que um proprietário de cachorro ou gato deve saber antes de pedir para o Veterinário ter essa atitude ? Qual a indicação ?

A eutanásia é um tema muito complexo ... precisamos saber em primeiro lugar se realmente o pet não tem como restabelecer sua saúde, se ele tem ou não qualidade de vida, se o proprietário está certo de sua decisão. Na maioria das vezes eutanásia é feita em pacientes terminais , nós como veterinaáios iremos abreviar algo que certamente te irá acontecer ( morte ) em 1 ou 2 semanas. Nunca devemos pedir e fazer eutanasia em cães idosos que ainda tem qualidade de vida, andam ou comem . Muitos já me pediram para fazer em cães só porque ficou " velho ", isso é desumano, um absurdo !

 Respeito pela vida do seu pet em primeiro lugar !


Dra.Aline Moreira Roth CRMV/MG 6247 é formada pela Universidade Paulista desde 2001, especializada em clínica e cirurgía de pequenos animais e proprietária da Clínica Pet Center JF, em Juiz de Fora / MG